FAQ - Perguntas Frequentes

Primeiros Passos

Posso utilizar qualquer câmera com o sistema?


Nossa ferramenta pode ser conectada a mais de 6 mil modelos de câmeras. Isso não significa, todavia, que qualquer modelo vai funcionar para todos os cenários, pelo contrário. É muito importante que você escolha a câmera certa para o sucesso dos seus projetos. Não adianta você pensar em economizar no custo da câmera e ter um prejuízo a médio prazo por um projeto que não satisfaz o cliente. Nas próximas sessões desse FAQ nós apresentamos informações para te auxiliar na escolha de câmeras.




A câmera deve ser IP ou posso conectar via DVR?


Você pode conectar sua câmera ao nosso sistema via DVR sim. Basta que você tenha o acesso ao link RTSP das imagens e que o equipamento esteja conectado na internet.




Como escolher corretamente uma câmera?


Especificações exigidas:

  • Resolução: Full HD
  • Tipo de lente: varifocal
  • Distância focal: 2.8mm-12mm para curtas distâncias (até 7m) ou 5-50mm para maiores distâncias
  • Preferencialmente IP. Caso você deseje utilizar uma câmera com DVR/NVR é necessário acessar o link RTSP do stream da câmera a partir do equipamento.
  • Caso haja interesse em realizar leituras noturnas um iluminador IR a parte pode ser necessário.
Modelos sugeridos:
  • Intelbras: VIP 3230 VF, VIP 5450 Z e VIP 7250 L
  • Tecvoz: TV-ICB412vms, TV-ICB22v e Tv-ICB312vm
  • Hikvision: DS-2CD2620F-IZ(S), DS-2CD2720F-IZ(S) e DS-2CD2622FWD-I(Z)(S)
  • Dahua: IPC-HFW5231E-ZE




Qual é o cenário ideal para leitura de placas?


A leitura de placas pode ser feitas em diversos ambientes, desde a entrada de um estacionamento até uma rodovia em alta velocidade. O que vai mudar é o equipamento necessário. A identificação de veículos em alta velocidade exige equipamentos bem mais robustos. Temos um vídeo no nosso canal do Youtube que fala exatamente sobre isso. Dá uma olhada:




Qual é a velocidade máxima que os veículos podem estar?


Essa pergunta não tem uma resposta objetiva. Tudo vai depender da qualidade da sua câmera e configurações. Nossa solução pode ser aplicada em todos os cenários de monitoramento veicular, até mesmo rodovias de alta velocidade, desde que utilizando a câmera certa para isso.




A qual altura a câmera deve ser instalada?


O cenário ideal é aquele em que a câmera está próxima do veículo (até 5 metros) e há a possibilidade de instalá-la na mesma altura da placa, ou seja, entre 60cm e 1 metro. Nem sempre isso é possível. Em cenários de monitoramento de vias, por exemplo, o volume de carros cria barreiras na imagem que impedem a identificação de placas. Neste cenário é necessário aumentar a altura das câmeras para algo em torno de 3 a 4 metros. Não recomendamos que você instale uma câmera a uma altura maior do que 4 metros pois a placa comecará a ficar muito distorcida na imagem, reduzindo o desempenho do algoritmo.




O que é IP, DNS, DDNS e como usar?


O que é IP? IP (Internet Protocol) é o número identificador do seu computador ao conectar na rede de internet, é como se fosse, num sistema de GPS, a latitude e longitude do endereço de sua casa O que é DNS? DNS (Domain Name System, ou sistema de nomes de domínios) são os responsáveis por localizar e traduzir para números IP, seguindo a analogia, é como se fosse o endereço escrito de sua casa, exemplo, Rua ... O que é DDNS? A não ser que você possua um IP Fixo dedicado, terá problema de o seu IP ficar mudando, para isso é importante o uso de DDNS ou Dynamic Domain System, que será responsável em traduzir os IPs que sua rede adquiri num único identificador. A maioria dos DVR's e Roteadores possui um serviço disponível para DDNS que pode ser configurado no equipamento Mas caso não consigo fazer o procedimento do seu aparelho, faça o cadastro em https://www.noip.com/pt-BR para registrar um domínio gratuíto





Dúvidas Frequentes

Além da plataforma, quais benefícios a Retina Vision me dá?


Nós nos orgulhamos de criar relações muito fortes com nossos parceiros. Ao iniciar uma parceria conosco você terá acesso a:

  • Certificação gratuita.
  • 3h mensais de suporte personalizado grátis no plano Suporte Standard.
  • Você também pode expandir para 10h mensais de suporte adquirindo o plano Suporte Premium pelo valor de R$ 350,00 mensais.




O que está incluído na plataforma?


A Retina Vision é a plataforma de LPR mais robusta do mercado, com diversas funcionalidades para atender a diversas demandas:

  • Algoritmo de leitura de placas com +95% de assertividade
  • Plataforma e servidores 100% em nuvem da Amazon AWS e Google Cloud (você não precisa se preocupar com a infraestrutura de servidores, nós cuidamos disso para você)
  • Integração com SINESP e alertas em tempo real
  • Compatível com o novo padrão de placas do Mercosul
  • Dashboards Customizáveis
  • Integração via API Rest
  • Armazenamento de leituras por 90 dias
  • Volume ilimitado de consultas




Em quais cenários o sistema é vantajoso?


Nossa plataforma foi pensada para atender a diversas demandas de monitoramento veicular, tanto para o setor público quanto para o privado. Temos casos de sucesso bastante variados e citamos alguns dos segmentos aonde a solução é mais utilizada:

  • Estacionamentos: para gestão do fluxo de veículos ao longo dos dias, semanas ou meses, permitindo ao gestor o total controle dos veículos que frequentam seu empreendimento. Com os dashboards customizáveis ele pode tomar medidas estratégicas mais inteligentes e se prevenir contra fraudes e veículos roubados.
  • Segurança residencial: a grande maioria dos casos de invasão a condomínios e residências se dá com o uso de veículos roubados, que facilitam a fuga do criminoso. A identificação de um veículo roubado em sua rua ou bairro pode ser o diferencial para o acionamento preventivo da segurança contra a ocorrência de invasões. O monitoramento de veículos também ajuda a identificar criminosos em fuga.
  • Indústria e Logística: tenha o controle total da frota de transportadoras que frequentam sua planta. Acompanhe a duração de estadia dos veículos dentro do empreendimento e saiba como está o desempenho do seu processo produtivo.
  • Setor público: nossa solução é ideal para cenários de monitoramento viário, com alertas visuais e sonoros, fácil integração a bancos de dados públicos e possibilidade de funcionamento tanto em nuvem como local.
  • LPR Móvel: nosso novo produto é uma solução para câmeras com leitura de placas instaladas em veículos em circulação. Ela permite a identificação de placas veiculares enquanto o motorista dirige o carro. Essa ferramenta é muito útil para cenários de recuperação de veículos e fiscalização de vagas especiais (Zona Azul).









Técnico

Preciso comprar servidores para usar o sistema?


Não. Nosso sistema roda 100% em nuvem com as ferramentas mais tecnológicas do mercado: Amazon AWS e Google Cloud. Isso significa que nós providenciamos os servidores para que você não se preocupe com isso. Caso você tenha a necessidade de utilizar a ferramenta com servidores locais é possível também. Nesse caso, sim, você precisará adquirir um servidor. A máquina recomendada para a utilização da nossa ferramenta com até 04 câmeras é:

  • Windows 10/Ubuntu Linux 16.04 (64-bit),
  • Intel 4ª Geração ou melhor
  • 8 GB RAM
  • 20GB HDD
  • Docker (é um software que será instalado no servidor após a compra, totalmente gratuito)




É possível usar o sistema de forma totalmente local?


Sim! Nossa ferramenta é modular e pode ser utilizada com servidores locais. Nesse caso a responsabilidade de aquisição do servidor é do parceiro e as especificações recomendadas para um servidor que atenda até 04 câmeras são:

  • Windows 10/Ubuntu Linux 16.04 (64-bit),
  • Intel 4ª Geração ou melhor
  • 8 GB RAM
  • 20GB HDD
  • Docker (é um software que será instalado no servidor após a compra, totalmente gratuito)




Se eu quiser usar o sistema de forma local, qual servidor devo comprar?


Para ativar até 04 câmeras recomendamos o seguinte servidor:

  • Windows 10/Ubuntu Linux 16.04 (64-bit),
  • Intel 4ª Geração ou melhor
  • 8 GB RAM
  • 20GB HDD
  • Docker (é um software que será instalado no servidor após a compra, totalmente gratuito)




Não consigo fazer abertura de porta ou minha rede é CGNAT! e agora?


O que é CGNAT? É uma rede local criada pelo provedor de internet, em que esse não disponibiliza um IPv4 entre os consumidores e por isso não existe uma porta direta de conexão entre a retinavision.com.br com a sua câmera. Como saber se minha rede é CGNAT? A maneira mais simples de verificar é: 1) acessar a página de administração do seu roteador, e procurar a opção WAN e verificar o IP Address 2) acessar o site http://www.meuip.com.br/ e verificar se o IP informado no site é o mesmo informado no seu roteador.
O que faço caso minha rede seja CGNAT? - Nesse cenário entre em contato com sua operadora/provedora de internet e solicite a remoção do CGNAT para sua rede para poder fazer o processo de abertura de porta. - Outra opção é entrar com nosso time comercial e solicitar para usar a solução retinavision.com.br de redirecionamento de vídeo sem precisar fazer abertura de porta, é simple, fácil e rápido.




Como saber se minha câmera está online ou offline?


Toda vez que uma das suas câmeras muda de status para online ou offline uma notificação automática é enviada para o seu email e, caso o problema não seja resolvido, lembretes serão enviados. Você também pode acessar o status da sua câmera pela plataforma: Acesse o link http://www.portalretina.com/admin/ Entre em sua conta com login e senha Acesse a página "Endereços" Clique no link do ID da sua câmera Nessa página você verá o status da sua câmera. Se o streaming de imagens estiver funcionando ela está ativa. Caso contrário ela está offline.




Minha Câmera não está lendo placas, e agora?


Qualquer algoritmo de inteligência artificial precisa receber uma imagem de boa qualidade para performar bem. Se a sua câmera está realizando leituras de placas erradas ou está deixando passar placas sem fazer a leitura você provavelmente tem um problema em um desses aspectos:

  • Modelo da câmera
  • Posicionamento
  • Configuração
A regra é simples: a placa dos veículos deve estar grande na imagem e nítida, de forma que você não tenha dificuldades pra ler a placa a olho nú.
  • A placa está pequena na imagem:
    • Distância da câmera ao veículo: tente deixar a câmera mais próxima do local onde os carros serão monitorados.
    • Zoom da câmera: sempre trabalhe com câmeras varifocais. aumente o zoom da câmera. Caso não seja possível aumentar mais o zoom e a câmera já esteja o mais próximo possível dos carros e as placas seguem pequenas você precisará alterar o modelo da sua câmera para uma com maior distância focal.
A placa está grande na imagem mas não está nítida. Isso pode ser causado por vários problemas de configuração da câmera:
  • Resolução: sempre trabalhe com câmeras em Full HD
  • Shutter Speed: modifique o shutter speed até que as placas em movimento fiquem mais nítidas. Recomenda-se utilizar o valor 1/500
  • Contraste: ajuste o contraste para aumentar a nitidez da placa.
  • Uso das Tecnologias de correção HLC (para leituras frontais com o farol do veículo ligado), BLC (para leituras em galpões, garagens, onde tem diferença de luz ambiente e luz interna)
  • Leituras noturnas, utiliza iluminadores IR (infra vermelho)




O que é RTSP?


É o protocolo presente na maioria dos modelos de câmeras e DVR's no mercado de segurança eletrônico que é capaz de transmitir em tempo real o vídeo e áudio para a plataforma retinavision.com.br.




O que é H.264 e por que é importate?


É o método de compressão de vídeo capaz de trasmitir pelo protoloco RTSP com um baixo volume de dados as imagens da sua câmera, não extressando sua conexão com internet.




O que é FPS (Frames Per Second)?


O que é? é a quantidade de fotos contido em um segundo, exemplo se é 15 fps, significa que existe 15 fotos/frames por segundo, dando a fluidez do vídeo, como no exemplo abaixo, Para que serve? Para dar fluidez no vídeo e obter mais imagens por segundo, embora existe uma troca que é o aumento do consumo de volume de dados trafegado. Como utilizar em projetos de LPR em nuvem? Quanto maior o fps mais imagens são adquiridas e maior a chance de fazer a leitura da placa veicular, entretano é importante ressalta que o aumento de fps impacta o volume de dados trafegado, além de é claro outras varíavel como resolução, taxa de bitrate e etc, mas você pode consultar nesse site informando os detalhes de câmera e do projeto para saber o quanto de internet será consumido em: http://www.stardot.com/bandwidth-and-storage-calculator




O que é WDR, HLC, BLC e shutter speed e como utilizar?


O que é WDR? WDR – Wide Dynamic Range é um processo que o sensor da câmera faz a captura da foto em difentes tempos de exposição (Shutter speed) variando a quantidade de luz obtida em cada imagem a fim de obter uma bem nítida, não ficando nem escuro, nem claro. É muito recomendado para projeto onde é posicionada a câmera em entrada de garagem, galpão, onde tem diferença de luz ambiente e interna. Veja o exemplo abaixo para ilustrar O que é BLC? BLC – Back Light Compensation, Diferente do WDR, no BLC não temos uma compensação completa do contraste da imagem gerado pela diferença na intensidade de luz. Aqui, existe uma compensação apenas da luminância presente no segundo plano da imagem para garantir uma nitidez maior no primeiro plano priorizando assim o que seria mais importante na cena monitorada. É muito comum vermos esta aplicação em lojas onde geralmente não se faz necessário a identificação do ambiente externo ao estabelecimento, mas ainda sim existe a preocupação de tratar aquela explosão de branco quase sempre presente na entrada do local. O que é HLC? HLC – Highlight Compensation – Diferente das duas primeiras tecnologias, o HLC não trabalha compensando diretamente as diferentes exposições de luminância, mas a intensidade de brilho processada. Esta tecnologia detecta o que chamamos de “pontos de superexposição da imagem” e aplica uma “película” afim de suprimir a intensidade destes focos de luz. É muito recomendado para projetos onde precisa ler a placa do veículo frontal e o foral descompensa pelo excesso de iluminação para câmera sem essa tecnologia. O que é shutter speed ou Tempo de exposição do obturador? Como mostrado na imagem abaixo o shutter speed é o tempo que leva para o sensor ficar exposto à luz e obter a imagem é medido em 1/30, 1/100 até 1/1000, quanto menor o valor mais rápido é a captura e menos borrado fica a imagem, mas em compensação mais escuro pode ficar devido a baixa quantidade de luz Recomenda-se utilizar 1/500 para leitura de placa




Qual a resolução de câmera utilizar? 720p, 1080p, 1MP, 2MP, HD, FULL HD etc o que muda?


Resolução é a quantidade de pixels na imagem, as mais comuns em CFTV são: VGA: 640 x 480 pixels; HD: 1280 x 720 pixels - 1MP; Full HD: 1920 x 1080 pixels - 2MP (RECOMENDADA) 4K ou Ultra HD: 3840 x 2160 pixels - 4MP quanto maior a resolução mais detalhes se captura na imagem, mas no cenário de nuvem, é importante notar que também aumenta o volume de dados trafegados. Para saber o volume de banda trafegado por suas câmeras consulte no site http://www.stardot.com/bandwidth-and-storage-calculator.




O que são Lentes Varifocais e por que é importante?


O que é? Lente varifocal em CFTV tem como objetivo ampliar imagem de um objeto distante sem perda de qualidade, popularmente chamado de dar ZOOM, como no exemplo abaixo onde utilizamos 4 tipos de lentes, que variam a distância focal (3.6mm, 6mm, 8mm e 12mm) veja que quanto maior a distância focal, mais detalhe é possível ver na placa do veículo: Como funcionam? As lentes varifocais tem dois ajustes principais sendo eles: - Distância focal (conforme já mostrado acima) que é medido em mm - Ângulo de visão medido em graus (quanto maior a distância menor o ângulo de visão) Como utilizo no meu projeto de Analítico? Existem dois tipos de câmeras com lentes varifocais, que são: 1) Ajuste manual, sendo necessário o ajuste fino de Zoom e Foco da câmera e 2) Ajuste motorizado, sendo de forma automática e comandada pela interface da câmera. São encontradas em câmeras Dome, PTZ, Box e Bullet, todas as câmeras são indicadas, mas o mais importante é ter o tamanho da placa de veículo ou objeto que deseja analisar o mais nítido e grande na imagem para evitar falso positivo. Abaixo é mostrado uma tabela cruzando a distância do veículo e a distância focal da lente a fim de obter a melhor imagem para fazer LPR




Como abrir porta no meu roteador para conectar minha câmera no sistema Retina Vision?


Após instalar corretamente sua nova câmera você precisa conectá-la ao roteador de internet local. Passo 1: conecte sua câmera ao roteador

  1. Acesse o prompt de comando e identifique o IP do seu computador.
  2. Conecte sua câmera IP ou DVR/NVR no seu computador e troque o IP da sua câmera para o mesmo subrange do IP do roteador. Se o IP do seu computador for 192.168.0.100 você pode configurar qualquer valor para o seu equipamento entre 192.168.0.002-102.168.0.200.
  3. Conecte a câmera ou DVR/NVR no roteador de internet via cabo Ethernet.
  4. Acesse o navegador pelo seu computador e digite o mesmo IP que você definiu para sua câmera na URL. Se a tela de login do admin da câmera aparecer está tudo certo! Caso não apareça há algo errado e você precisa refazer as etapas anteriores.
Passo 2: configure o link RTSP da sua câmera
  1. Acesse o painel de configuração da câmera IP ou DVR pelo computador.
  2. Identifique e habilite a porta RTSP. Você não precisa alterar a porta padrão 554 a menos que vá configurar mais DVRs ou câmeras IP na mesma rede. Obs.: as portas de serviço (37777) e http (8080 ou 80) não servem como porta RTSP.
Passo 3: Abertura de porta do roteador
  1. Para configurar o redirecionamento de portas no roteador você precisa saber o IP do DVR ou câmera:
    1. Identifique o IP do DVR/câmera IP acessando as configurações de rede do equipamento. Normalmente dentro da opção "LAN".
    2. Desmarque a opção DHCP Enable ou selecione a opção Estático.
    3. Anote o IP.
  1. Agora no roteador:
    1. Acesse a página de administração digitando IP do roteador no navegado.
    2. Faça login com o usuário e senha
    3. Informações disponíveis na etiqueta do seu roteador:
    4. Localize a opção "Direcionar Portas" ou "Port Fowarding" no menu.
    5. Clique em "Adicionar".
    1. Insira o número da porta RTSP configurada na Passo 2 e IP da câmera ou DVR.
    1. Pronto! Valide se o encaminhamento de portas no roteador foi configurado corretamente acessando esse site e informando o DDNS e a porta RTSP. Se a porta aparecer como “closed” ou fechada significa que o encaminhamento não foi configurado corretamente. As vezes o provedor de internet pode bloquear portas mais baixas como a 554. Tente trocar a porta para 5554 tanto no equipamento, quanto no roteador para contornar essa situação. Se ainda assim não funcionar, pode ser que sua rede esteja em CGNAT. Descubra como confirmar que sua rede está em CGNAT e o que fazer acessando o Anexo 1 ao final.
A porta está aberta? Só falta mais um passo para completar a ativação! Passo 4: ativação da câmera na Plataforma Retina Vision
  1. Agora basta você enviar um email para guilherme@retinavision.com.br com as seguintes informações:
    1. Modelo da câmera ou datasheet.
    2. DDNS ou IP Fixo configurado nos passos anteriores.
    3. Porta RTSP
    4. Credenciais de acesso ao Admin da câmera
    5. Canal: caso esteja conectando um DVR informe o canal. Se for uma câmera IP isso não é necessário.
PRONTO! Enviaremos a confirmação da ativação da câmera em questão de minutos! Ainda tem dúvidas? Temos um documento completo para te ajudar a conectar suas câmeras: https://drive.google.com/file/d/1WlOThLfp3zewSxZAROWrI3O9_wI8hPh2/view?usp=sharing





Plataforma

Visualização de Leituras de Placas


Todos os detalhes das leituras de placas feitas pelas suas câmeras são apresentadas na página Leituras. Você pode acessá-la a partir da página inicial da Plataforma. Na página Leituras você pode acessar informações como resultado das leituras, data/hora, ID das câmeras, Status SINESP, marca e modelo do veículo. Além disso você pode criar filtros por data e câmeras. Você pode também exportar relatórios de leituras em csv e remover placas erradas ou duplicadas. Mais sobre isso em:




Gerenciamento de Black/Whitelist


A Black/Whitelist é a lista de placas de veículos especiais que você deseja monitorar. Toda vez que um veículo cadastrado nessa lista for identificado por uma câmera você irá receber uma notificação em tempo real via Plataforma e Email. Para cadastrar veículos basta acessar a página Lista de Veículos a partir da tela inicial e clicar no botão Cadastrar no canto superior em cima. Complete o cadastro com informações do veículo e pronto! Ele foi cadastrado na blacklist. Caso ele já tenha passado pelas suas câmeras anteriormente alertas retroativos serão gerados. Na página Blacklist você também pode alterar ou remover veículos da lista. Mais sobre isso em:




Recebimento de Alertas


Os alertas são enviados toda vez que um veículo da sua Blacklist ou um carro roubado passarem na frente das suas câmeras. Os alertas são apresentados na página Alertas e também são enviados para os emails cadastrados. Ao receber um alerta confira se a leitura da placa do veículo e tome as previdências necessárias. Mais sobre isso em:





Para exportar relatórios de leitura de placas em csv basta realizar essas etapas:

  1. Acesse a página Leituras
  2. Caso deseje realizar um relatório com filtros de data ou câmera crie um filtro com a opção na lateral direita.
  1. Selecione todas as leituras de veículos da página e clique na opção Selecionar Todos
  2. Agora selecione a opção Exportar Selecionados como apresentado abaixo:
Pronto! Clique em ir e seu arquivo será baixado.





Financeiro

Como funciona a cobrança?


Os pagamentos são feitos via boleto. Enviamos, por email, a nota fiscal, boleto e faturamento todo dia 01 do mês com a cobrança referente ao mês anterior. O cliente possui prazo de 10 dias para realizar o pagamento. O cálculo da cobrança é pro rata, ou seja, o valor da licença é proporcional ao número de dias desde a sua ativação no primeiro mês.




Quanto custa o sistema?


Nossa precificação é calculada por licença mensal por câmera. Os preços variam de R$ 140,00 a R$ 200,00 de acordo com o volume de câmeras ativadas pelo cliente. O cliente deve optar por um dos dois planos de suporte: - Suporte Standard: totalmente gratuito com até 3h mensais de atendimento personalizado. - Suporte Premium: até 10h mensais de atendimento personalizado pelo valor mensal de R$ 350,00




Além do custo do sistema existem mais custos envolvidos?


Caso o parceiro tenha interesse em um atendimento mais personalizado para garantir o sucesso dos seus projetos nós oferecemos o plano Suporte Premium que garante até 10h mensais de atendimento sob demanda. O custo do plano é de R$ 350,00 mensais. Outros custos como câmeras, plano de internet, serviços de instalação ficam a cargo do parceiro e costumam ser repassados ao cliente final para realização de projetos. Vale ressaltar que a Retina Vision já fornece os servidores em nuvem, tornando os custos com infraestrutura muito menores.





Faça um teste grátis

Inscreva-se agora e transforme qualquer câmera em uma ferramenta robusta de monitoramaneto veicular.

Retina Vision é uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções inovadoras para o mercado de monitoramento veicular.

Contato

Fale com o Ariel, nosso head comercial:

Cel/Whatsapp: (19) 98115-0397

Email: ariel@retinavision.com.br

Redes Sociais

  • YouTube
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social